quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Quantificando a paixão



Te vejo muito pouco;

Te enxergo em muitas coisas;

Te sinto raramente;

Te desejo com freqüência;

Te escuto menos do que preciso;

Te entendo mais do que imaginas;

Te gosto enormemente;

Te quero infinitamente;

Te juro poucas vezes;

Mas, acredite sempre;


Que um pouco de ti

Já é bastante pra mim

5 comentários:

Lucia disse...

Não esqueças do que o poeta diz:"És eternamente responsável por aquilo que cativas"...
Assim vou ficar mal acostumada.
Bjão

nezavelloso disse...

muito lindo... muito significativo... mais uma vez "te desse".. hahahaha... beijos

Eloisa Faccio disse...

Ah, que bonito. Me encontrei nos teus escritos.

:)

Luciana disse...

Só n gostei do pouco.
É q eu sou gulosa,n gosto do pouco.
Pra mim tem que ser muito,sempre,a toda hora.

PETOCEANOGRAFIAUFC disse...

Brotherrr, eu vou ajudar a mudar o Brasil, e preciso de pessoas como vc pra me ajudar. se interessa?
número:(85)87848493
e-mail: mariannarozas@gmail.com
face: Rozas Comz
blog: aomeuver (danielle batista)
PAZ!